canção

inventar aumenta o mundo
(Manoel de Barros)


feliz de poder inventar coisas
que não existem e acalentá-las

como crianças doentes






3 comentários:

Bruno de Abreu disse...

como crianças maltrapilhas doentes (é difícil achar alguém que as ame a ponto de não rejeitá-las e ainda tomar-lhes sob seus cuidados até que se desenvolvam)

versospateticos disse...

Imagino que Deus se sinta assim.

Belo novo layout, mais clean. ^^

Um forte amplexo,
F.L.

Camila F. disse...

coisa boa entrar aqui!
o blog ficou ótimo assim, com esse novo layout.
abraço